Burocracia

Filas, documentos, pagamentos; quem sai perdendo é você.

 Por Nestor Tipa Júnior

A burocracia em que vivemos no Brasil traz apenas transtornos e dores de cabeça ao povo. Todo e qualquer documento que se queira fazer ou pagamento que se deseja efetuar, devemos enfrentar enormes e monstruosas filas e funcionários mal-humorados. E os computadores, que eram para ajudar, só atrapalham e tomam nosso tempo.

Tudo que se queira no Brasil precisa de papéis, fichas e um comprimido após. Você quer pagar água, luz ou telefone, deve ir ao banco ficar meia hora em pé assistindo dois caixas abertos trabalhando e os outros tomando cafezinho e contando piadas naquela salinha onde a porta está levemente encostada. Você precisa fazer a carteira de identidade. Deve seguir o ritual do banco e ainda pagar um preço exorbitante para fazer um documento de vital importância para qualquer um. A desorganização dos nossos órgãos públicos é irritante. As pessoas ficam presas a esses problemas perdendo tempo (que é dinheiro) e também a paciência.

Para fazer a carteira de identidade, você precisa pagar uma taxa de R$ 18,21 em um banco distante e cheio. Depois, precisa encarar outra fila para entregar a documentação necessária. Se, por acaso, você esquece um simples detalhe, terá que voltar outra hora, pois eles não acreditam que você seja você mesmo. Se você é menor de 21 anos, não tem opção de escolha se quer doar órgãos ou não. Os computadores velhos e ultrapassados só prejudicam o andamento, provocando atraso e indignação. Os funcionários carrancudos não aceitam suas reclamações e sempre dizem a mesma coisa: “Só estou fazendo o que me mandaram fazer”. Dias depois, você deve retirar a sua carteira. Para isso, você precisa de um documento para retirar outro. Se você não entendeu nada do que eu lhe disse nesse parágrafo, não se preocupe, eles fazem muito pior.

Este é apenas um dos diversos problemas que milhares de brasileiros enfrentam todos os dias. Temos que pagar por essa vergonha que vive o país, que, em vez de beneficiar os seus contribuintes, cria obstáculos que dificultam cada vez mais a vida do povo, tudo por causa de uma burocracia burra, que nos enche de papéis inúteis, mas que precisamos carregar de um lado para outro, apenas por causa da burocracia. Enquanto lá em Brasília os políticos criam leis apenas para seus benefícios, o brasileiro paga (e caro) por toda essa vergonha.

(Publicado originalmente na Edição 1, de 23 de março de 1998)

sobre o autor

Nestor Tipa Junior
Jornalista, fundador da 359 Online. Trabalhou nos principais veículos de comunicação do Rio Grande do Sul (Rádio Gaúcha, Rádio Guaíba, Zero Hora, Correio do Povo, Jornal do Comércio, Canal Rural e Rádio Rural). Especializado no agronegócio, conquistou 17 prêmios de jornalismo na carreira. Atualmente é fundador e sócio-diretor da AgroEffective Comunicação e Agronegócio, agência de comunicação que atende entidades e empresas do setor rural.

Deixe uma resposta